Avançar para o conteúdo

Blogue

📍 Alfornelos

Tornou-se o tema da semana em Lisboa.

Uma proposta do Livre aprovada por maioria em reunião de Câmara – com os votos contra dos vereadores da lista de Moedas – lembrou-nos de que no “governo da cidade” não há uma oposição propriamente dita. Na verdade, todos os vereadores (mesmo os que foram eleitos por outras listas) podem fazer e aprovar propostas para a cidade – se conseguirem uma maioria entre o executivo, claro. A composição desse executivo é uma tradução directa das eleições autárquicas.

Em lisboaparapessoas.pt, publicámos um explicador que ajuda a perceber o funcionamento de uma Câmara Municipal e que procura contextualizar a proposta em causa.

Entre várias medidas, a deliberação do Livre inclui a restrição do trânsito automóvel na Avenida da Liberdade aos domingos e feriados para dar espaço às pessoas, e uma redução em 10 km/h dos limites de velocidade na cidade. O objectivo, segundo o partido, é promover ma “redução da dependência dos combustíveis fósseis” na cidade.

Boas leituras! 💚

Na semana passada, fui conhecer com o Diogo Martins as novas acessibilidades da estação de Metro de Entrecampos e perceber as dificuldades que ele e tantas outras pessoas enfrentam nas suas deslocações em Lisboa.

Reportagem no sítio do costume, em lisboaparapessoas.pt 💚

Por exemplo, sabiam que o Diogo tem de marcar com 12 horas de antecedência uma viagem de comboio na cidade? E que, mesmo nas estações acessíveis do Metro, ele tem de pedir ajuda de alguém da estação para vencer o degrau entre a plataforma e a carruagem?

Gosto muito destas estações de Metro mais antigas, com este aspecto mais sombrio e industrial 🚇

No primeiro ano e meio, foi isto que conseguimos. Venham daí os próximos meses! 💚

Lisboa Para Pessoas

No more posts to show