Avançar para o conteúdo

Ainda AR

A Câmara de Lisboa (ou, pelo menos, o Gabinete do Presidente Carlos Moedas) iniciou um processo participativo sobre a Almirante Reis. Três sessões entre sexta, sábado e esta segunda (as duas primeiras foram por convite, e a última aberta), das quais resultaram ideias que agora vão ser integradas nas “três ou quatro propostas e um esboço” que estão em cima da mesa. A apresentação das soluções concretas deverá acontecer dentro de “duas ou três” semanas.

E é que quem está a coordenar a requalificação da Almirante Reis? João Castro, arquitecto paisagista. A Duque d’Ávila pedonalizada teve a sua mão, tal como a requalificação do espaço público e arborização da Avenida João XXI e o jardim da Quinta das Conchas. Foi também autor dos primeiros quilómetros de ciclovia na cidade “quando ainda não havia clientela”, trabalhou com Costa e com Medina; e agora está na equipa do actual Presidente da Câmara de Lisboa, Carlos Moedas. Durante mais de quatro horas – quase cinco –, João Castro ouviu pacientemente as diferentes pessoas que se inscreveram para intervir. Anotou as suas ideias e respondeu a cada uma, deixando no ar pistas sobre o futuro da Almirante Reis.

Lisboa Para Pessoas