mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

Transparência

Falta muita transparência e comunicação no processo de fazer a cidade. Os programas eleitorais e de governo da cidade são definidos e apresentados a cada quatro anos, com ideias gerais e propostas concretas, permitindo aos eleitores decidirem que cidade querem. Mas, pelo meio, é preciso manter um diálogo e continuar a construir a cidade em conjunto com as pessoas. Para que não assistamos a uma crescente e imensurável polarização, online e offline, sessões públicas de apresentação de projectos como a que a Junta de Freguesia do Lumiar promoveu esta tarde são fundamentais para que os fregueses e munícipes não sintam que do dia para a noite lhes apareceu uma ciclovia nova à porta de casa. Nesta sessão, os responsáveis tiveram oportunidade de explicar o projecto, o seu detalhe e os seus benefícios, bem como de ouvir as questões e preocupações, de forma livre, das pessoas. Houve vozes a favor, vozes contra, outras assim-assim. Houve quem dissesse ter a bicicleta na garagem por não se sentir seguro nas estradas, quem partilhasse o seu testemunho do alto dos seus 70 e poucos anos enquanto utilizador da bicicleta na cidade ou quem falasse no caso das crianças que gostariam de poder ir para a escola a pedalar. No geral, foi uma sessão participada, crítica no sentido positivo da palavra e muito importante para uma maior transparência e comunicação.

mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

No Twitter

Instagram

Seguir