Avançar para o conteúdo

Coimbra-A

A Câmara Municipal de Coimbra e o Governo querem fechar e desmontar Coimbra-A, a estação ferroviária do centro de Coimbra. A ideia é ficar só com Coimbra-B e forçar os passageiros a trocar para o futuro Metrobus (uma espécie de metro com pneus em vez de carris) se quiserem chegar ao centro da cidade.

Vamos a alguns números:

  • Coimbra-B serve os comboios de longo curso (Intercidades e Alfa) e Coimbra-A os comboios urbanos e regionais (Figueira, Guarda, Aveiro e Entroncamento);
  • em 2018, Coimbra-A teve 113 mil passageiros por mês e Coimbra-B 125 mil. Ou seja, as duas estações tiveram praticamente os mesmo número de passageiros;
  • a procura pelo transporte ferroviário em Portugal aumentou 15% em 2019, um crescimento de dois dígitos como não se assistia há muito;
  • um comboio que chega a Coimbra-A tem capacidade para 550 passageiros e uma vida útil de 45 ano. Um Metrobus só tem capacidade para 130 passageiros e uma vida útil de 15 anos (e as baterias de lítio metade desse valor). Ou seja, o comboio dura mais e transporta mais pessoas. Com a solução de Metrobus, haverá muita gente a ficar sem transporte à chegada a Coimbra-B.

Recomendo a leitura deste artigo.