mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

Exemplo do Porto

O Porto tem feito umas coisas porreiras no que toca a mobilidade suave 🚶‍♂️🚲

Primeiro, ainda antes da pandemia (de quando são estas fotos), retirou uma ciclovia do passeio e colocou-a na estrada, reduzindo (como deve acontecer) o espaço do automóvel e não do peão. Isto na marginal. A nova ciclovia tem toda a sinalética que uma ciclovia deve ter, incluindo semáforos 👌

Agora, o Porto decidiu transformar a marginal, tanto no lado do Douro como no do Atlântico, numa extensa zona de coexistência para que pessoas (e bicicletas) possam circular com as devidas distâncias de segurança. O trânsito rodoviário está condicionado ao essencial – transportes públicos, táxis, cargas e descargas e moradores – e a velocidade máxima é de 20 km/h. Como qualquer zona de coexistência, é o peão a ter prioridade na estrada.

Esta medida só está a funcionar durante fins-de-semana e foi anunciada como sendo temporária, mas agora já se fala em torná-la permanente. Esperemos que sim!

mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

No Twitter

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Seguir