mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

Aves, estuário do Tejo e um novo aeroporto

Parece um pequeno oásis com vista para Lisboa. Mas pode estar ameaçado por causa do novo aeroporto.

O estuário do Tejo, uma das mais importantes zonas húmidas da Europa, é local de passagem de milhares de aves, todos os anos: patos, garças, pernilongos, flamingos… É também local de refugio e mesmo de nidificação para várias espécies. Para toda essa avifauna, o Tejo é um local seguro graças à reserva natural protegida que lá existe e que temos de continuar a preservar.

Nem consigo imaginar o que poderá acontecer àquelas aves e àquele paraíso natural com um aeroporto mesmo ali ao lado. O Aeroporto do Montijo parece que é para avançar, por mãos de privados e com o carimbo do Governo; o estudo de impacto ambiental, agora em consulta pública, aponta mesmo para “uma elevada perturbação ao nível do ruído nos habitats” das aves.

O Aeroporto do Montijo é um crime que precisamos de travar. Aconselho toda a gente a visitar o EVOA, o observatório de aves do estuário do Tejo, para perceber porquê.

mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

No Twitter

Instagram

Seguir