mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

Memórias digitais

4 discos externos e 1 pedrita para me dar sorte. Muitas fotos e principalmente muitos vídeos antigos que estavam espalhados e que agora passam a estar num único disco de 8 TB. As memórias digitais são pesadas… Ainda preciso de editar esses vídeos. Aos poucos…

Além de pesadas, as memórias digitais dão trabalho a manter, organizar, etc. Desde a digitalização da fotografia e do vídeo “caseiro” que deixámos de ter aquele momento de revelação, em que revíamos e guardávamos as nossas recordações. E, mesmo que deixássemos as fotos amontoadas numa gaveta, numa seriam muitas pois os rolos eram finitos e caros. Agora captamos tudo e mais alguma coisa, clicamos no botão várias vezes para conseguirmos aquela imagem que fica mesmo bem.

De umas últimas férias que fiz tenho mais de 4 mil fotos. Uma semana, quatro ou cinco locais, 4 mil fotos. Tenho um objectivo com elas: seleccionar as melhores, apagar todas as outras. Quero ficar só com as 100 melhores – ou as 200 melhores, vá… [apanhei esta dica do vídeo em baixo]. Quero fazer o mesmo com os mais de 200 GB de imagens que fui acumulando ao longo dos anos: viagens, saídas com amigos, parvoíces na escola, cenas mundanas, etc. Quero apagar o que não importa e diminuir para metade ou para um terço a minha galeria. Faz-se aos poucos…

Por agora, meti tudo no mesmo sítio. Tinha várias pastas e discos com tralha. Aos poucos…

mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

No Twitter

Instagram

Seguir