mruiandre Mário Rui André

#cyclehack na garagem

De acordo com o actual Regulamento Municipal de Urbanização e Edificação de Lisboa (RMUEL), os novos edifícios devem contar com estacionamento para bicicletas. Isso não é válido para prédios antigos ou construídos antes do RMUEL pelo que consegui entender do assunto; também não sei quando é que a questão das bicicletas foi introduzida no RMUEL/regulamento que o antecedeu.

Bem: o ponto é que a garagem do meu prédio, que é dos anos 1990, não tem estacionamento para bicicletas. Mas, para não deixar a minha desprendida, o meu pai ajudou-me num pequeno #cyclehack: comprei um suporte para bicicletas no AKI que pudesse ser posto não no chão para prender a roda como seria suposto mas na parede. O mais importante de salvaguardar é o quadro. Perfurar a parede da garagem não foi fácil mas com alguma persistência e um material adequado conseguimos.

O resultado é simples mas serve perfeitamente o propósito. Ter a bicicleta presa na garagem é importante, pois os roubos nas áreas comuns dos prédios não é tão incomum quanto se possa pensar. Se o edifício não tem uma solução de raiz, pode sempre criar-se uma, rezando para que “velhos do Restelo” não barafustem. Certo é que me dá um gozo enorme entrar na garagem, estacionar e apanhar o elevador bem mais rápido que os vizinhos, que tantas vezes têm de ficar a fazer manobras tramadas com o carro.

mruiandre Mário Rui André

No Twitter

Instagram

Seguir