mruiandre Mário Rui André

YouTube e os direitos de autor

Ontem carreguei um vídeo para o YouTube com uma música protegida por direitos de autor. Hoje o YouTube mandou-me um e-mail. O que é que vai acontecer? Nada. As receitas que farei com esse vídeo (e que serão zero) e as estatísticas serão partilhadas com o detentor dos direitos.

Com o Artigo 13 que a União Europeia pode aprovar definitivamente no próximo ano, o meu vídeo seria eliminado ou não poderia sequer carregá-lo. Ou seja, o YouTube já hoje defende os direitos de autor, mas não compromete a liberdade de criação. É por permitir o uso de conteúdos de outros, numa lógica em que estes outros também ganham com isso, que o YouTube está cheio de covers, remixes, reacts

É por isto que o YouTube seja bastante crítico do Artigo 13 e de toda a restante reforma de direitos de autor que está a ser preparada – a empresa não está contra que a reforma aconteça, mas com a forma como ela deverá acontecer.

mruiandre Mário Rui André

No Twitter

Seguir