mruiandre Mário Rui André

Os copos do Alive

Pois é, habituámos-nos a ter de comprar um copo de plástico reutilizável em todos os festivais e noutros espaços de concertos também. Dar aquela caução de 2 euros e depois ter de aguentar o copo durante todo o evento para receber o dinheiro de volta tornou-se um hábito. Eu, pelo menos, habituei-me tanto que no NOS Alive esperava encontrar copos reutilizáveis, mas não, eram descartáveis. E aparentemente não fui o único a estranhar, nas redes sociais encontrei algumas publicações a falar do assunto, principalmente do lixo que fica no chão depois de uma noite de concertos.

Mas essas publicações não contavam a história completa, pelo que resolvi contá-la no Shifter. Os copos do Alive eram de um tipo de “plástico” específico e, por isso, baratos de produzir e que podem ser facilmente recicláveis ou decompostos. Quanto ao lixo no chão, havia no festival vários voluntários a recolher os copos utilizados. Não sei até te ponto esta solução do Alive não é tão válida como as dos copos reutilizáveis (que são mais rígidos). Mas, bem, podem ler sobre isto melhor no Shifter.

(a foto é da Mariana Silva)

mruiandre Mário Rui André

No Twitter

Seguir