mruiandre Mário Rui André

Rádio Faneca, parte II

Há um ano, o Luís que faz o Bons Sons lembrou-se de me convidar para ir passar um fim-de-semana a Ílhavo e conhecer um festival local com bandas de fora chamado Rádio Faneca. A programação gira em torno de uma antiga rádio local que, durante três dias, volta a funcionar num jardim central de Ílhavo e conduz tudo o que acontece em redor: concertos em becos durante a tarde, concertos à noite, arte popular de várias formas e feitios, histórias contadas em pequenas peças de teatro, “Jogos do Hélder” na rua, jantares em casas ilhavenses que abrem as suas portas para nos receber em família e nos dar a provar a gastronomia local, e por aí fora.

É uma espécie de mistura entre festa de aldeia e festa de cidade. E melhor que tudo: é ao ar livre e gratuito. Na altura, escrevi este textinho e este ano resolvi voltar, matar saudades e ver o que mudou. Neste festival Rádio Faneca – o nome traduz toda a genuinidade do evento –, a rádio ganha um novo protagonismo e novos programas: vai haver músicos a fazer rádio (como o Samuel Úria ou os Birds Are Indie), uma programação especial da Antena 3 (como uma Prova Oral em directo de Ílhavo) e alguns “ícones” da rádio nacional, como o Fausto da Silva (RUC – Rádio Universitária de Coimbra) ou a dupla João Moreira e Pedro Santo (Bruno Aleixo). Nos palcos: Ermo, Tomara, Cais do Sodré Funk Connection, Manuel Cruz e ainda Luís Severo – um concerto especial no aquário dos bacalhaus.

Festival Rádio Faneca: há um bom motivo para ir a Ílhavo em Junho
mruiandre Mário Rui André

Mário Rui André

Co-Fundador e Director Operacional do Shifter