mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

Mini-review da Gira 2

Tenho substituído a minha bicicleta privada pelas bicicletas públicas e partilhadas da Gira. As principais vantagens, para mim:

  1. o motor eléctrico, que ajuda bastante nos arranques e subidas, tornando as viagens muito mais cómodas;
  2. é cómodo porque não tenho de andar sempre com a bicicleta atrás, podendo apanhar uma Gira quando preciso e deixá-la numa doca próxima do destino (existem cada vez mais docas);
  3. por isso, também não tenho de andar com um cadeado pesado atrás e com o medo de a bicicleta poder ser roubada (mesmo que presa com um bom cadeado);
  4. dá facilmente para combinar outras formas de transporte. Por exemplo, agora tenho usado muito o comboio para ir de Benfica para o centro da cidade (Entrecampos) ou Oriente e aí, à porta da estação, apanho uma Gira para prosseguir viagem. Mais eficiente que usar o metro.

Além de existirem agora bem mais estações da Gira pela cidade (e aparentemente uma no Golfo da Guiné), o que torna o serviço mais útil e abrangente, o horário até às 2 da manhã é óptimo. Agora há um transporte público em Lisboa aberto depois da 1. (É certo que sempre existiram autocarros nocturnos, mas não passam em todas as zonas e não são assim tão frequentes.)

Uma doca no Golfo da Guiné?!
mruiandre Mário, todavia, Rui, contudo, André

No Twitter

Instagram

Instagram has returned empty data. Please authorize your Instagram account in the plugin settings .

Seguir