mruiandre Mário Rui André

O 1º concorrente da Gira em Lisboa

Há um novo sistema de bicicletas partilhadas em Lisboa. Chama-se oBike e chegou hoje. São 350 bicicletas espalhadas entre Belém e Alcântara, que podem ser deixadas em qualquer lugar. Cada viagem de 30 minutos custa 50 cêntimos. Obviamente já fui testar! Explico-vos como funciona este sistema da oBike aqui, no Shifter.

Ao contrário da Gira, as bicicletas da oBike não precisam de ser deixadas em docas. Para utilizá-las, é preciso descarregar a app, fazer o registo e carregar a conta com pelo menos 10 euros – 5 euros são de depósito (são devolvidos depois) e 5 euros são de saldo. O primeiro passo é reservar uma bicicleta (a reserva dura 10 minutos). Depois, estando ao pé dela, basta ler o código QR que está na bicicleta e fazer a viagem.

As bicicletas são muito mais frágeis que as da Gira, apresentando uma construção quase toda ela em plástico. Foram pensadas para o custo ser baixo para a empresa em caso de furto ou vandalismo (esperemos que não aconteça). Em termos de preço (e conforto), a Gira compensa mais para viagens regulares. Estas bicicletas da oBike parecem mais indicadas para usos ocasionais. A aplicação tem o aspecto que vos apresento de seguida.

mruiandre Mário Rui André

Mário Rui André

Co-Fundador e Director Operacional do Shifter