mruiandre Mário Rui André

Verão Danado

Verão Danado. Pedro Cabeleira, um jovem da minha idade, fez um filme sobre pessoas da nossa idade. Fê-lo entre amigos, com os recursos que conseguiu juntar. E recebeu uma menção especial num festival da especialidade (Locarno). Sem saber muito mais sobre o filme (afinal isto do cinema de autor não é só para cinéfilos), decidi ir vê-lo ao El Corte Inglés e acabei por escrever sobre ele no Shifter. Podem ler aqui, pode ser que fiquem com curiosidade:

Verão Danado segue vários jovens durante um Verão pelo qual muitos de nós já passámos ou vamos passar: Verão das incertezas, depois da faculdade, em que não se sabe o que vem depois. É também um Verão em que se dá a última volta pela vida boémia da faculdade, uma espécie de “despedida de solteiro” desses tempos. Um Verão danado a acabar.

Verão Danado ainda está em exibição no Espaço Nimas, em Lisboa. A partir de 1 de Janeiro chega a todo o país através do Filmin, um serviço de streaming de cinema independente que custa 6,95 euros/mês ou 55 euros/ano.

mruiandre Mário Rui André